Glaucoma

Como trata glaucoma?
Em geral o tratamento do glaucoma é com o uso de colírios para abaixar a pressão ocular. Iniciamos o tratamento com apenas um colírio. Em alguns casos combinamos vários colírios para abaixar a pressão de forma adequada. No entanto, para chegarmos a essa conclusão, precisamos conhecer muito bem os olhos e o glaucoma do nosso paciente.
Em alguns casos, quando os colírios não são suficientes, o tratamento com laser ou cirurgia são necessários. A cirurgia também está indicada em casos em que o paciente apresenta alergia ou não consegue usar os colírios de forma adequada. O glaucoma é uma doença crônica, que ainda não tem uma cura conhecida, seu tratamento e acompanhamento é para toda a vida!

Como trata o glaucoma de pressão normal?
Apesar de a pressão ocular já estar baixa nesse tipo de glaucoma, o único tratamento cientificamente comprovado é a redução ainda maior dessa pressão com colírios, laser ou cirurgia.



Existem tratamentos alternativos para controlar o glaucoma?
Até o momento, ainda não temos tratamentos com vitaminas ou atividades especificas para o Glaucoma. O único tratamento cientificamente comprovado é a redução da pressão ocular através de colírios, laser ou cirurgia.

As células tronco podem ser usadas no tratamento do glaucoma?
Existem diversos estudos para o uso de células tronco na medicina. No entanto, são estudos iniciais em que não há comprovação científica para sua aplicação na prática diária.

Terei que usar colírios de glaucoma para sempre?
Dependendo do tipo de glaucoma, precisamos usar colírios a vida inteira para manter a pressão controlada. Uma vez iniciado o tratamento com colírios, só devemos interromper a medicação com a orientação do oftalmologista. Quando operamos de glaucoma, normalmente não necessitamos mais usar colírios para abaixar a pressão.

Os colírios de glaucoma podem irritar os olhos?
Em geral os colírios são bem tolerados. No entanto, é frequente observarmos sensação de areia, olhos vermelhos e irritados e, em alguns casos, escurecimento das pálpebras ao redor dos olhos. Informe sempre o seu médico se estiver com algum desconforto nos olhos pelo uso do medicamento para que juntos possam ajustar o tratamento.

Existe cirurgia para o glaucoma?
Sim. Existem diversas técnicas de cirurgia para o glaucoma. Todas com o objetivo de diminuir a pressão ocular e controlar o glaucoma (veja mais em cirurgia de glaucoma).

Se eu operar ficarei curado do glaucoma?
O glaucoma não tem cura, apenas controle. Assim como os colírios, a cirurgia tem o intuito de abaixar a pressão ocular e, dessa forma, manter a doença controlada.

A cirurgia do glaucoma é a laser?
Não. Existem alguns procedimentos a laser para tratar o glaucoma. No entanto, na cirurgia de glaucoma não utilizamos laser (veja mais em cirurgia de glaucoma).

Como é a recuperação da cirurgia de glaucoma?
Após a cirurgia de Glaucoma, precisamos evitar esforços físicos (como carregar objetos pesados e atividades físicas) principalmente nos primeiros 15 dias. Devemos evitar apertar ou esfregar o olho operado. Orientamos o uso de um protetor ocular para dormir nos primeiros dias. Podemos usar computador, assistir televisão e ler normalmente. Também não há restrições alimentares. O mais importante é seguir as orientações quanto ao uso correto dos colírios após a cirurgia.

Mensagem final da Dra Nadia
O glaucoma é uma doença silenciosa e perigosa para nossa visão.
Se você tem mais de 40 anos de idade ou algum caso de glaucoma na família, é fundamental fazer um exame oftalmológico. Essa é a única forma de saber se há alguma alteração suspeita de glaucoma.

Se você tem glaucoma, use os colírios de forma correta e bem regular. Para facilitar, concilie o uso com os horários de suas atividades diárias como café da manhã, jantar, etc. Compre sempre um novo frasco de colírio antes que o em uso acabe. É muito importante levar um frasco reserva em viagens. Isso garante o uso regular e o bom controle da pressão.

Investigar, tratar e controlar o glaucoma não é mais complicado. O maior risco é não saber que temos glaucoma!



Como usar colírios

  • Lave bem as mãos
  • Veja no frasco se há necessidade de agitar antes de pingar
  • Puxe suavemente a pálpebra inferior, formando uma bolsa
  • proxime o frasco dos olhos sem tocar sua ponta nas mãos, cílios ou pálpebras
  • Pingue apenas uma gota na bolsa formada
  • Se a gota cair fora ou não tiver certeza que caiu dentro do olho, pingue uma segunda gota
  • Feche os olhos suavemente
  • Com a ponta do dedo, aperte a região entre a borda da pálpebra e o nariz por 1 minuto
  • Tampe e guarde o frasco
  • Se utilizar mais de um colírio, aguarde no mínimo 10 minutos entre eles

Dra. Nadia Moysés

Oftalmologia
Clínica e Cirúrgica

Locais de Atuação